sábado, 10 de julho de 2010

Série Estudo: O Olho de Horus





HORUS THE SUN GOD

Hórus (ou Heru-sa-Aset ou Her'ur ou Hrw ou Hr ou Hor-Hekenu) era o deus egípcio do céu, filho de Osíris e Ísis. Tinha cabeça de falcão e seus olhos representavam o sol e a lua. Matou Set e tornou-se o rei dos vivos no Egito.Perdeu um olho lutando com Seth,cosiderado o famoso olho de Hórus,originalmente connhecido como o Olho de Rá,que foi um dos amuletos mais usados no Egito em todas as épocas. Segundo a lenda de Osíris, na sua vingança, Seth arrancou o olho esquerdo de Hórus que foi substituído por este amuleto. Depois da sua recuperação, Horus pode organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Seth. O Olho de Hórus simbolizava poder real. Os antigos acreditavam que este símbolo de indestrutibilidade poderia auxiliar no renascimento, em virtude de suas crenças sobre a alma.



Horus, Seth & Osíris

Hórus, mítico soberano do Egipto, desdobra as suas divinas asas de falcão sob a cabeça dos faraós, não somente meros protegidos, mas, na realidade, a própria incarnação do deus do céu. Pois não era ele o deus protector da monarquia faraónica, do Egipto unido sob um só faraó, regente do Alto e do Baixo Egipto? Com efeito, desde o florescer da época história, que o faraó proclamava que neste deus refulgia o seu ka (poder vital), na ânsia de legitimar a sua soberania, não sendo pois inusitado que, a cerca de 3000 a. C., o primeiro dos cinco nomes da titularia real fosse exactamente ¿o nome de Hórus¿. No panteão egípcio, diversas são as deidades que se manifestam sob a forma de um falcão. Hórus, detentor de uma personalidade complexa e intrincada, surge como a mais célebre de todas elas. Mas quem era este deus, em cujas asas se reinventava o poder criador dos faraós? Antes de mais, Hórus representa um deus celeste, regente dos céus e dos astros neles semeados, cuja identidade é produto de uma longa evolução, no decorrer da qual Hórus assimila as personalidades de múltiplas divindades.

HORUS VS SETH

¿(...) no princípio existiam as águas do caos, Nun. Um dia uma colina de lodo chamada Ben-Ben levantou-se dessas águas, tendo no seu cimo Atum, o primeiro deus. Atum tossiu e expeliu Shu (deus do ar) e Tefnut (deusa da humidade). Shu e Tefnut tiveram dois filhos, Geb, deus da terra e Nut, a deusa do céu. Shu ergueu o corpo de Nut, colocando-o acima de Geb, e esta tornou-se a abóboda do céu. Nut e Geb tiveram por sua vez quatro filhos: Osíris, Isís, Seth e Nephthys. Osíris tornou-se deus da terra, que governou durante muitos anos; Isís foi a sua mulher e rainha. Seth invejava o estatuto de Osíris e um dia matou-o. Osíris foi para o mundo subterrâneo e Seth tornou-se rei da terra. Osíris teve um filho chamado Hórus que decidiu vingar a morte do pai e reconquistar o trono. Hórus derrota Seth e torna-se o novo rei da terra, mas o seu pai permanece no mundo subterrâneo.¿



O OLHO DE HÓRUS

Documentário produzido pela Infinito Channel sobre o Antigo Egito. Inicia-se explicando desde sua origem, após o diluvio e a queda da civilização de Atlantida, até o final da civilização egipcia. Mostra em detalhes sua filosofia de vida em busca da grandeza espiritual. Documentário imperdível.

50 videos -- 8 horas
http://www.youtube.com/watch?v=WdTpxa0AzPw&feature=player_embedded

Jesus deveria ter nascido em solo egípcio e pregado as suas verdades imorredouras às margens do sagrado rio Nilo em meio à mais desenvolvida e espiritualizada das civilizações da Idade Antiga. Esta não é uma ficção, mas sim a programação que a Alta Espiritualidade planeou para concretizar-se no palco terreno e que promoveria o grande avanço da humanidade encarnada nos séculos futuros, caso a acção perversa de espíritos enegrecidos pela ignorância e pelo ódio não tivessem colaborado para a derrocada do "Grande Projeto Monoteísta no Antigo Egito".

Akhenaton - A Revolução Espiritual do Antigo Egito Akhenaton - A Revolução Espiritual do Antigo Egipto de Roger Bottini Paranhos

http://averdadelibertavoce.ning.com/group olhoderusahistoriadoantigoegipto?xg_source=msg_invite_group

Nenhum comentário: